Tag Archives: estilo

O Gatinho 2.0

Uma das tendências mais quentes para 2019 é o óculos tipo gatinho. Ele vem aparecendo cada vez mais nas ruas, revistas e desfiles, mas desta vez com algumas variações. Não estamos mais falando daquele gatinho clássico, famoso na década de 50. Hoje ele vem mais elegante, com linhas mais gráficas e com ângulos e cores surpreendentes. Vamos conferir alguns modelos do novo gatinho?

Ano passado fizemos a cobertura do que desfilou pelas passarelas do Brasil e do mundo, e desde então começamos a ver a tendência do gatinho estilizado começando a se formar.

Os formatos são sempre muito femininos e refinados, por isso o gatinho é tão interessante.

O gatinho grosso

Começamos a ver nas ruas e nas redes sociais os óculos gatinho com a armação mais encorpada, com linhas bem gráficas e visual impactante. Eles são os mais próximos dos gatinhos clássicos, mas com um twist! O resultado é um óculos super estiloso e garantirá um visual super jovem e fashion.

O gatinho de metal

Essa tendência chega muito forte para 2019. A leveza do material e a versatilidade das cores faz com que o gatinho de metal seja seu novo melhor amigo!

O Gatinho Colorido

A cor parece estar com tudo no mundo da moda em 2019. Os óculos não ficam para trás. Estamos vendo cada vez mais lentes e armações coloridas!

Dá vontade de ter um de cada, fala sério? O gatinho colorido é muito irreverente, trás senso de humor e estilo para o look, além da alegria que ele inspira! Perfeito para o verão!

Não importando o material, cor ou tamanho, é inegável que o gatinho renovado chegou para ficar! Qual o seu favorito?

Os Nossos Óculos Favoritos do Cinema

A gente fala bastante sobre como a cultura do cinema pode ser uma grande fonte de inspiração. Em posts sobre a história da Ray-Ban, por exemplo, demos vários exemplos sobre como os filmes ditaram modas e construíram tendências que vemos nas ruas até hoje. No post de hoje, vamos nos aprofundar um pouco mais nesse tópico fascinante!

No começo do século XX, quando o cinema foi criado, a moda era ditada pelas grandes revistas e estilistas e seguidas à risca pelas elites econômicas da época. A roupa estava ligada à sua posição social. Durante os primeiros 20 anos de vida, o cinema retratou o que via. Conforme a sua popularidade cresceu, seu poder de influência seguiu curso e o que se via nas telas era menos uma reflexão e se torna uma fonte de aspiração, principalmente para as mulheres.

O Gatinho de Marilyn

Dando um pulo de 50 anos desde sua criação, o cinema na década de 50 já era uma instituição estabelecida, com suas estrelas mundialmente reconhecidas e com muito poder de influência. Nomes como Marilyn Monroe são, até hoje, citados quando se fala de estilo e sensualidade. No filme Como Agarrar um Milionário, Marilyn faz o papel de uma mulher míope que tem muita vergonha dos óculos e acredita que eles são um empecilho na sua busca por um parceiro. Na época usar óculos de grau ainda era considerado algo menos desejável, mas no rosto da atriz eles ficam tão lindos que é difícil acreditar! O modelo é o popular “gatinho”. Com detalhes na parte superior da haste, o modelo tem acetato mesclado e é levemente translúcido.

No filme, por não usar seus óculos no aeroporto, a personagem acaba pegando um vôo errado e viaja com um homem de óculos que a convence que existe um charme na sua miopia. Eles se apaixonam e acabam casando no fim do filme.

O modelo Gatinho foi uma grande ruptura no design de óculos. Eles se destoavam muito dos modelos redondos típicos usados desde a sua criação e eram de uso exclusivo das mulheres. Feminino e irreverente, foram ganhando espaço não só entre as lentes de grau mas também os óculos solares. E falando em óculos solares gatinho…

Audrey Hepburn em Breakfast At Tiffany’s

Com um leve gatinho nas laterais dos seus famosos óculos, a personagem  Holly Golightly ajudou a solidificar a imagem da mulher elegante para os próximos 50 anos. O modelo chamado Manhattan foi criado pelo Oliver Goldsmith e é um clássico. A cor e o formado são verdadeiros coringas do guarda-roupa, deixam qualquer look ELEGANTÉRRIMO!

Os Durões dos anos 70

O cinema na década de 70 passou por uma revolução estética e temática. Cineastas como Francis Ford Coppola, Martin Scorcese e Stanley Kubrick transformaram o mundo cinematográfico através de filmes dedicados aos seus Anti-Heróis. Seguindo essa tendência, os óculos também ficam mais sérios. Os modelos mais experimentais dos anos 60 perdem espaço e ressurgem óculos mais tradicionais.

Robert Deniro interpreta Travis Bickle em Taxi Driver

Al Pacino em Serpico

Clint Eastwood em Dirty Harry com um par de Balorama da Ray Ban

Os Anos 80 Foram do Wayfarer

A gente fala bastante sobre o Wayfarer aqui no blog e não é à toa! Ele se mantém um dos modelos mais copiados e vendidos de todos os tempos e não podemos deixar de supor que isso está ligado às vezes em que eles apareceram nos cinemas. Abaixo temos um gráfico que acompanha o número de pares vendidos nos anos dos filmes Negócio Arriscado, Miami Vice, Moonlighting e Top Gun. Parece que o Tom Cruise é mais responsável pelo sucesso do Wayfarer do que qualquer campanha tradicional!

clique na imagem para o infográfico completo

Antes de aparecer no cinema, o modelo foi de uma venda média de 18 Mil pares por ano para 1,5 Milhões!

Matrix: Ícone da década de 90

A série de filmes Matrix, escrito pelas irmãs Lana e Lily Wachowski, foi um divisor de águas. No começo da década a moda era ultra colorida, divertida e quase infantil, mas tudo isso acaba no fim da década em que cores neutras e peças de couro preto ficam em alta. E o Matrix tem parte da culpa nisso. Culpa no bom sentido, já que o figurino e, principalmente os óculos, são muito bonitos. Lentes bem escuras e materiais metálicos dão bastante elegância para os looks.

O mundo Mágico de Harry Potter

A obra de J.K. Rowling ganhou sua versão cinematográfica no começo dos anos 2000 e foi a responsável por trazer de volta a popularidades os óculos redondos, utilizados por seu herói Harry Potter.

O protagonista certamente ajudou uma geração de crianças a ficarem mais confortáveis em usas óculos, além de nos apresentar para o melhor óculos da história do cinema (na minha opinião), que são os óculos da Luna Lovegood. Como não amar?

BONUS: Os Aviadores

Talvez não exista um outro modelo com tantas versões diferentes através dos anos no cinema: De Top Gun à Big Lebowski, o modelo foi ligado à personagens militares ou veteranos (por ser um modelo criado para e utilizado por pilotos da aeronáutica), mas também ficou famoso numa versão com as lentes amarelas pelo Johnny Depp no filme Fear and Loathing in Las Vegas, fazendo um papel do escritor Hunter S. Thompson. Qual é a sua favorita?

Mais recentemente o modelo apareceu na biografia cinematográfica de Freddie Mercury em Bohemian Rapsody. O óculos deixa o ator Rami Malek, que não parece com o cantor na vida real, muito parecido!

 

 

 

 

 

Será o fim do Basiquinho?

Estamos passando por um momento na moda em que os óculos estão cada vez mais inusitados. Sempre trazemos aqui no blog as novidades das passarelas e, ultimamente, temos visto mais cores, formatos e acabamentos diferentes que nos últimos anos.

Marcas como Jeremy Scott, sempre estiveram dispostas em apresentar propostas irreverentes, mas parece que os outros grandes nomes abraçaram a ideia. O mais recente caso de isso ter acontecido foi quando a cantora e rapper Cardi B. apareceu com um modelo da Dolce e Gabbanna coberto em pelúcia!

A artista ainda brincou no instagram “to com o rosto super quentinho!””

View this post on Instagram

MILAN

A post shared by CARDIVENOM (@iamcardib) on

Ela não é nenhuma estranha aos óculos extravagantes. Ano passado ela foi fotografada com um modelo ultra moderno, colorido e grandão da Miumiu:

A Gucci, durante a semana de moda de Paris também apostou no look “extra”:

A marca apresentou modelos extra-grandes e imponentes. Os dois modelos são unissex e foram pareados com looks pesados e cheios de informação. O mais é mais!

A Givanchy também entrou na onda e ornou suas modelos com os óculos mais bonitos da temporada:

Todos cravejados com cristais na parte superior da haste, eles também são adornados nas laterais com correntes. Ele eleva qualquer look!

Depois de ver todas essas armações diferentes, a gente fica até sem fôlego! Mas não se preocupe, cara leitora ou leitor que gosta dos modelos mais simples: A moda hoje em dia não é mais tão rígida como era antigamente. Apesar dos estilistas proporem tendências, nunca esteve tão na moda ser apenas você mesmo. Então se seu negócio é o basiquinho, pode seguir sendo você!

Inspiração: NY Fashion Week – Inverno 2019

É chegado setembro e a semana de moda mais badalada do ano trouxe muita novidade para a próxima estação. Por ser a coleção de inverno, foram desfilados poucos modelos, mas o que apareceram estão lindos! Vamos conferir?

[Lembrando que as fotos ficam grandes ao clicar]

Jeremy Scott

O estilista americano Jeremy Scott é um designer notório por suas criações ultra coloridas, irreverentes e com inspirações no mundo pop. Comparando com os outros modelos que ele já desfilou, os óculos dessa temporada estão mais discretos…quer dizer, discretos para Jeremy Scott!

O modelo masculino, de longe até parece um preto e branco básico, lembrando os modelos esportivos. Mas quando se percebe que o material usado é um que lembra mare-pérola, a armação ganha vida! Discreto mas ainda sim com estilo. O modelo feminino vem com aplicações coloridas que parecem estar dentro do acetato, muito divertido e lúdico.

Ralph Lauren

Outro gigante da moda americana, a Ralph Lauren é conhecida pela estética elegante e “certinha”, apresentou um desfile com muita inspiração no mundo esportivo e tons folks americano.

Os únicos dois óculos desfilados vieram pareados com roupas pesadas de inverno. No maior estilo esquiador, os modelos são grandões e bem escuros, perfeitos para a neve. Bem esportivos, podem inspirar toda uma tendência para o ano que vem, vamos ver!

Hugo Boss

A marca alemã, sempre muito moderna e elegante, desfilou uma coleção bem urbana, com linhas retas e cores frias e neutras.

Os óculos vieram grandes, seguindo a tendência da armação transparente, que continua em alta, e formatos reminiscentes da década de 60. As lentes coloridas, em tons pastéis, dão um pouco de cor para todo o conjunto.

Tom Ford

Outra coleção super urbana e moderna foi a apresentada por Tom Ford. Conhecida pelas peças impecáveis de alfaiataria, a marca é um grande símbolo de luxo e elegância.

Os óculos são impactantes, grandes, com formatos inspirados nas décadas de 60 e 70. Eles trazem uma certa irreverência para os modelos mais formais desfilados e elevam os looks.

 

A História do Browline

O estilo browline (ou em português “linha da sobrancelha”) aparece 30 anos antes do primeiro clubmaster da Ray -Ban ser lançado, apesar da marca ser comumente créditada por ter desenhado o formato. Os primeiros modelos foram produzidos pela  marca americana American Optical Sirmonts. Popular entre a década de 50 e 60, ele ficou marcado nos rostos de muitos personagens e figuras como o ativista e intelectual Malcolm X.

Facilmente reconhecido pelo seu formato marcante, os modelos tem a parte superior mais grossa e de diferente material do resto da armação, criando o foco principal na área da sobrancelha. Na década de 50 o formato era um dos mais populares de venda, responsável por chegar ser até 50% de toda venda da época.

Passada a década de 60 e chegando em 1970, o modelo perde o espaço para modelos mais ousados e glamorosos e acaba virando sinônimo de óculos de figuras de autoridade, de uma geração a ser superada. Graças à sua aparição no fime moonlighting, estrelado por Bruce Willis, o browline volta a cair no gosto do público, dessa vez como item de estilo cool.

A Ray-Ban, que já era a marca dominante de óculos da época percebe essa nova onda e não demora em desenvolver seu próprio modelo, que ganha o nome de Clubmaster, nome ainda utilizado.

Consolidado pela Ray-Ban, o Clubmaster ganha espaço na mídia, aparece em filmes populares nos rostos de Denzel Washington, MIchael Douglas e ganha status de retrô-chic. Popular entre homens e mulheres, ele se transforma em um clássico da marca, junto do Wayfarer e o Aviator.

O Clubmaster Hoje

O Clubmaster ainda é vendido pela Ray-Ban e hoje em dia ganha cores diferentes, com variação de lentes (espelhadas ou normais) e cores. Além do modelo dobrável!

Ela é velhinha mas continua linda, fala a verdade?