Saúde: Olho Seco

O Olho seco é comum durante as épocas de inverno, mas ele é também um problema crônico que afeta o dia-a-dia de muita gente. Ele pode ser fonte de muita frustração entre pacientes e médicos pois é uma condição complexa que tem causas que se misturam e se sobrepõe. As causas e efeitos diferem, de pessoa para pessoa, com casos até em que o paciente não tem sintoma algum.

Os sintomas mais comuns:

  • Visão embaçada
  • Ardor
  • Sensação de cisco nos olhos
  • Sensação de olho seco

O que causa o Olho Seco

O olho seco ocorre quando não é produzido lágrima o suficiente ou quando o nível da qualidade da lágrima está abaixo do necessário para manter a superfície do olho lubrificada. O olho seco pode ser um sintoma de outras condições de saúde também. Além disso, temos os fatores externos como baixo nível de umidade, poluição e estação do ano. Há também a possibilidade do olho seco ser um efeito colateral de algumas medicações como anticoncepcionais e anti-histamínicos. O prolongado uso de lentes de contato e computadores também podem piorar a condição.

Com tanta variáveis, é importante informar com clareza e detalhe a sua experiência para o oftalmologista caso apresente algum dos sintomas acima.

 

Qualidade de vida prejudicada

O Olho seco pode ser uma condição sem sintomas e parecer ser relativamente simples de lidar, porém, ao que revela uma pesquisa realizada pelo laboratório Shire, ele pode ter um impacto bastante negativo na vida de quem é afetado pela doença. Os resultados do pequeno estudo, entrevistando 1000 pessoas, mostra que existe uma percepção de uma menor qualidade de vida entre quem tem olho seco (comparado com pessoas que não possuem a condição). Tarefas diárias como se trocar e usar o computador são afetadas e isso pode gerar uma frustração enorme no paciente. O estudo apontou também um vínculo entre a condição e ansiedade e depressão.

Tratamento

O diagnóstico é relativamente fácil, mas por ser uma condição com muitas causas diferentes, o tratamento pode variar desde colírios até um transplante de glândulas, que são retiradas da boca para incentivar a produção de lágrima.

Pequenos cuidados como limpar e massagear a área dos olhos com shampoo de bebê no banho podem aliviar um pouco o incômodo nos casos mais simples.

Seu oftalmologista poderá dar as melhores informações para o seu tipo específico de condição, portanto não esqueça de fazer sua visita anual!

Fonte: Academia Americana de Oftalmologia

 https://www.aao.org/eye-health/news/dry-eye-can-affect-more-than-eye
https://saude.abril.com.br/medicina/sindrome-do-olho-seco-aflige-milhoes-de-brasileiros/

One thought on “Saúde: Olho Seco

  1. Pingback: Se Proteja da Conjuntivite Nesse Inverno | Blog Ótica da Penha

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *