Os 7 Hábitos Da Boa Saúde Dos Olhos

Uma criança sentada na mesa de jantar afasta com o garfo todas as cenouras do prato. A mãe imediatamente reprime a criança dizendo que é para comer as cenouras, afinal elas fazem bem para os olhos. A criança responde com uma pergunta: “mas como você sabe?” e a mãe, na sua sabedoria, responde com a piadinha clássica: “Você já viu coelho cego?”. Quem não presenciou ou participou ativamente desse cenário? Nós não temos como comprovar que de fato as cenouras ajudam a manter a saúde dos olhos, mas temos algumas dicas da academia americana de oftalmologia que irão afetar positivamente a saúde do seus olhos!

1. Usar óculos escuros com regularidade

O uso dos óculos escuros é, além de uma forma simples de se expressar com a moda,  um grande aliado da saúde dos olhos. Eles protegem a área dos olhos dos raios UV/UVB, responsáveis por aumentar o risco de degeneração macular, catarata, e até uma forma rara de câncer. São também vitais para manter a visão clara quando se dirige em dias ensolarados, por exemplo. Além de servirem como escudo contra pequenas partículas que podem voar nos olhos com o vento.

2. Exercício físico regular

A prática regular de exercício físico é fundamental para o melhor funcionamento do nosso organismo inteiro. Ele está associado à uma maior qualidade e prolongamento de vida, o aumento da disposição e a prevenção de inúmeras doenças. Existem estudos que sugerem que ele também está ligado com a prevenção do desenvolvimento de doenças como degeneração macular e glaucoma.

3. Não Fumar

O fumo é um dos hábitos mais prejudiciais à saúde, aumentando o risco de doenças vasculares, desenvolvimento de câncer de esôfago, boca e pulmão e também doenças que afetam os olhos. Fumantes tem entre 3 e 4 vezes mais chance de desenvolver degeneração macular do que não fumantes. Quem fuma 15 cigarros por dia tem 3 vezes mais chance de desenvolver catarata. O cigarro está associado ao diabetes e pressão alta que são fatores de risco para o glaucoma.

4. Proteção/Prevenção

Existem atividades do nosso dia-a-dia que, sem que percebamos, colocam em risco nossos olhos. Por isso é importante se manter atento à pequenos cuidados como o uso de óculos protetores. Eles são indicados para qualquer atividade que coloca os olhos em risco como: ciclismo, marcenaria ou qualquer outra atividade que resulte em pequenas partículas que podem entrar em contato com o rosto. Esportes como squash, por exemplo, devem sempre ser praticados com o óculos protetor, já que a bola é pequena o suficiente para atingir os olhos diretamente.

5. Atenção para a Vista Cansada

No mundo em que vivemos, é quase impossível não passar uma grande parte do dia em frente de telas de computador ou celular. Quando usamos essas tecnologias, nós tendemos a piscar menos e isso gera um cansaço enorme para os olhos. Para contornar isso, basta seguir a regra do 20-20-20, que é, a cada 20 minutos, focar por 20 segundos em um objeto que está à 20 pés de distância (ou 6 metros). Isso já reduz significantemente a vista cansada.

6, Uso correto das lentes de contato

As lentes de contado facilitam muito a vida de quem precisa de óculos para enxergar corretamente, principalmente para quem não gosta de usar óculos. Mas elas exigem cuidados rigorosos para evitar a contaminação porém:

  • Quando for manusear as lentes sempre esteja com as mãos lavadas com sabão e água
  • Não é recomendado dormir, nadar (entrar em contato com água em geral não é uma boa ideia) nem passar mais horas com as lentes do que seu médico indicar.
  • Usar apenas a solução indicada para lentes de contato. Águas de torneira, minerais ou até mesmo solução salina não garantem um ambiente estéril para manter as lentes.
  • Faça a troca das lentes regularmente, seguindo a indicação do oftalmologista sempre.

Antes de começar a usar as lentes, marque uma consulta com seu oftalmologista, pois é somente ele que poderá indicar qual a melhor forma de de utiliza-las tendo suas necessidades específicas em mente.

7. Histórico de doenças da família

Muitas doenças que afetam os olhos são herdadas de pai para filho, por isso é importante saber o seu histórico familiar. Se um parente próximo, como pai e mãe, tem degeneração macular, você tem 50% de chance de herdar a condição. O glaucoma também reincide dentro de grupos familiares, chegando a ter 9 vezes mais chance de uma pessoa ter a doença entre familiares que alguém que não possui esse histórico na família. A prevenção é a palavra chave aqui, por isso pergunte aos seus parentes sobre que tipos de doenças seus pais e irmãos tiveram. Com essa informação, seu oftalmologista terá mais facilidade no diagnóstico e você poderá ter mais chances de lidar com as doenças desde cedo.

Fonte:https://www.aao.org/eye-health/tips-prevention/healthy-lifestyle-now-good-vision-later

 

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *